sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

APODI E FELIPE GUERRA=REUNIÃO DEFINE LOCAIS E HORÁRIOS PARA SE FAZEREM USO DE PAREDÕES DE SOM DURANTE CARNAVAL.




Na tarde desta Quinta feira dia 12/02, o Capitão Carvalho recebeu na sede da companhia de Policia Militar de Apodi, representantes de blocos carnavalescos, para serem informados os locais e horários onde os mesmos puderão fazer uso de equipamentos de som (paredões de som), nas cidades de Apodi e Felipe Guerra.
Apodi

Na cidade de Apodi, os blocos foram informados que nos dias 12 e 13/02, Quinta e Sexta feira, os mesmos poderão fazer uso dos paredões de som, apenas em torno da praça Robson Lopes, das 18:00h até as 02:00h, e nos dias 14, 15, 16 e 17/02, Sábado, Domingo, Segunda e Terça de carnaval, nos horários de 16:00 até 00:00h, no mesmo local, após as esse horário, som só no local do evento, no calçadão.



Felipe Guerra
Em Felipe Guerra ficou definido que nos dias 12 e 13/02, Quinta e Sexta feira, os blocos poderão fazer uso de som das 18:00h até 00:00, e nos demais dias das 18:00 até 02:00h, no centro da cidade nas proximidades dos trailer.

FONTE: SENTINELAS DO APODI

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

APODI= GTO sob o comando do Capitão Carvalho em ação neste exato momento...




Por volta de 12:00 da manhã desta Sexta feira dia 06/02, O Capitão Carvalho juntamente com o GTO de Apodi após um trabalho investigativo, conseguiu prender um senhor identificado como João Ferreira da Silva, de 62 anos de idade, natural de Ererê-CE, mas residia no Bairro Malvinas em Mossoró, e apreender dois filhos de 17 e 15 anos e um neto de 17 anos, todos menores de idade, numa residência do Bairro Garilandia, onde os mesmos estavam morando ha pouco mais de uma semana.



Na casa, a policia conseguiu localizar um revolver cal. 38 com 10 munições intactas e cerca de 64 reais em dinheiro fracionado. A policia acredita que esses elementos estavam se preparando para realizar assaltos no comércio local. A suspeita surge depois dos mesmos serem flagrados pelas câmeras de monitoramento na área comercial em atitude suspeita. 


Ao se indagado o motivo de estarem morando na cidade, o mesmo informou que veio para cá devido uma rixa em Mossoró, a qual resultou na morte de um de seus filhos há uns quinze dias. 

Os menores já responde pelos crimes de, assalto, porte ilegal de arma e tentativa de homicídio, todos em Mossoró. 

Pai, filhos e neto, foram conduzidos juntamente com todo o material apreendido, a delegacia de policia civil de Apodi para a realização dos procedimentos cabíveis. 



Fonte : Sentinelas do Apodi

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

[política] Projeto Bolsa Transformação é reprovado pela Câmara Municipal de Apodi



Lotado com a presença da classe universitária aos quais diziam não ao projeto da autoria do poder executivo, o projeto Bolsa Transformação foi recusado na Câmara Municipal de Apodi.

O projeto foi enviado a Câmara a cerca de 10 dias e passou pelas comissões, após ser analisado e ouvidos os dois lados, tanto os estudantes, como o poder executivo, a Câmara reprovou o projeto.

O projeto Bolsa Transformação teria o objetivo de qualificar a classe universitária que iria receber bolsas através da renda financeira, contudo, certos que o projeto não iria contemplar a todos a classe disse não ao novo projeto, ficando assim o poder executivo obrigado a cumprir a Lei Municipal de 2012 e já existente, o Transformação, que diz que o poder executivo está autorizado de conceder transporte gratuito a toda classe universitária e estudantes no nível técnico.

Após a reprovação do novo projeto e o descumprimento da promessa feita pelo prefeito ainda em época de campanha, os estudantes agora partem para cobrar do legislativo que exija o cumprimento da Lei pelo executivo.

Fonte : Jair Gomes

Novo Pavilhão do Centro de Detenção de Apodi (CDP), será inaugurado hoje




Depois de passar por uma ampliação, o novo Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), serão inaugurado nessa quinta-feira, 05 de fevereiro, às 10hs, com a presença de varias autoridades do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, Poder Judiciário, Ministério Público, empresarial e da comunidade apodiense.

As obras de ampliação do CDP Apodi duraram quase sete meses, foi executado em sua maioria pelos próprios apenados, que atuaram como pedreiro, marceneiro, auxiliar de pedreiro e pintor.

Foram investidos cerca de R$ 150 (cento e cinqüenta mil reais), sendo que R$ 120 (cento e vinte mil), foram através do pagamento das chamadas “penas pecuniárias” – espécie de multa aplicada pelo magistrado para substituir punições privativas de liberdade, como a prisão em regime fechado – garantidos pela juíza da Comarca de Apodi, Kátia Guedes Dias e fiscalizadas pelo Ministério Publico através do promotor, Silvio Brito.

Outra parte dos recursos chegou à unidade prisional, através de doação de cimento, ferro, tijolos e equipamentos pelas empresas Misu, Nassau, Cerâmica Savana, Cerâmica do Vinicius, empresário Bráulio Ribeiro, Cooperativa Terra Viva, Petrobras e vários outros segmentos do município.

O projeto para ampliação do CDP de Apodi foi idealizado pelo Ministério Público com o apoio do Juízo e executado pela direção do CDP. O anexo terá oito salas, todas construídas em alvenaria de alto padrão e observadas às medidas de segurança e conforto condizentes com uma unidade prisional. A área total é de 230 metros quadrados.

A utilização dos recursos oriundos da aplicação da pena de prestação pecuniária tem previsão legal na Resolução nº 154/2012, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Esta iniciativa é excelente porque contribui efetivamente com a sociedade. Em muitas cidades o juiz não tem onde colocar o preso porque os CDPs estão lotados. Agora, vamos ter para onde mandá-los”, disse a magistrada Kátia Guedes Dias.

A juíza Kátia Dias ressaltou ainda que a obra foi realizada pelos próprios presos do CDP, que obtiveram, em contrapartida, a redução de pena por cada dia trabalhado e, em alguns casos, o pagamento pelo serviço prestado. O material de construção foi adquirido de acordo com pesquisas de mercado e a fiscalização da obra foi feita pelo diretor do CDP de Apodi, agente penitenciário, Marcio Morais.

O novo pavilhão ou bloco de vivências estão seis celas coletivas masculinas com oito vagas cada e uma maior com 12 vagas. O espaço ainda conta com solário que também servira como salas de aula, reuniões e visitas.

De acordo com o diretor da unidade, agente Marcio Morais, com a perspectiva da ressocialização, a unidade conta com a realização de cultos, aulas. “Agora em 2015 vamos buscar projetos que visem à qualificação profissional dos apenados, como cursos de eletricista, pedreiro, carpinteiro, pintor dentre outros”, comentou Morais que entende que além do dever de cercear a liberdade, as unidades prisionais devem ser espaços aptos a dar uma nova oportunidade seja pelo estudo, seja pelo trabalho.

A Comarca de Apodi que é formada pelos municípios de Felipe Guerra, Itaú, Rodolfo Fernandes e Severiano Melo, passará a possuir uma cadeia com capacidade para 60 presos do sexo masculino. A nova cadeia do município abrigará os presos da antiga cadeia. O estabelecimento também tem espaço para abrigar os presos em regime semiaberto.

Segundo ainda o agente Marcio Morais, a próxima etapa do projeto de ampliação do CDP Apodi será equipá-lo com monitoramento eletrônico via sistema de câmeras, construção de um alojamento, cartório e uma cozinha, onde os próprios apenados vão produzir sua alimentação.

O CDP Apodi existe a cerca de cinco anos, tem sido modelo no sistema penitenciário potiguar. Dirigido pelo agente Marcio Morais, a unidade sempre tem sido destaque, Marcio Morais tem buscado a ressocialização dos apenados. Em todo período de existência da unidade, nem um agente respondeu a processo administrativo ou criminal, provando que o trabalho realizado é serio.


 Dra. Katia Cristina Juíza de direito da comarca de Apodi
 Dr. Sílvio Brito Promotor de Apodi
 Márcio Morais Agente Penitenciário responsável pelo CDP de Apodi

FONTE: O Vale do Apodi

Tudo do Melhor,para o Melhor.


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Novo Pavilhão do Centro de Detenção de Apodi será inaugurado amanhã

Fonte:190rn.com

Depois de passar por uma ampliação, o novo Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), serão inaugurado nessa quinta-feira, 05 de fevereiro, às 10hs, com a presença de varias autoridades do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, Poder Judiciário, Ministério Público, empresarial e da comunidade apodiense.

As obras de ampliação do CDP Apodi duraram quase sete meses, foi executado em sua maioria pelos próprios apenados, que atuaram como pedreiro, marceneiro, auxiliar de pedreiro e pintor.


Foram investidos cerca de R$ 150 (cento e cinqüenta mil reais), sendo que R$ 120 (cento e vinte mil), foram através do pagamento das chamadas “penas pecuniárias” – espécie de multa aplicada pelo magistrado para substituir punições privativas de liberdade, como a prisão em regime fechado – garantidos pela juíza da Comarca de Apodi, Kátia Guedes Dias e fiscalizadas pelo Ministério Publico através do promotor, Silvio Brito.

Outra parte dos recursos chegou à unidade prisional, através de doação de cimento, ferro, tijolos e equipamentos pelas empresas Misu, Nassau, Cerâmica Savana, Cerâmica do Vinicius, empresário Bráulio Ribeiro, Cooperativa Terra Viva, Petrobras e vários outros segmentos do município.

O projeto para ampliação do CDP de Apodi foi idealizado pelo Ministério Público com o apoio do Juízo e executado pela direção do CDP. O anexo terá oito salas, todas construídas em alvenaria de alto padrão e observadas às medidas de segurança e conforto condizentes com uma unidade prisional. A área total é de 230 metros quadrados.

A utilização dos recursos oriundos da aplicação da pena de prestação pecuniária tem previsão legal na Resolução nº 154/2012, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Esta iniciativa é excelente porque contribui efetivamente com a sociedade. Em muitas cidades o juiz não tem onde colocar o preso porque os CDPs estão lotados. Agora, vamos ter para onde mandá-los”, disse a magistrada Kátia Guedes Dias.

A juíza Kátia Dias ressaltou ainda que a obra foi realizada pelos próprios presos do CDP, que obtiveram, em contrapartida, a redução de pena por cada dia trabalhado e, em alguns casos, o pagamento pelo serviço prestado. O material de construção foi adquirido de acordo com pesquisas de mercado e a fiscalização da obra foi feita pelo diretor do CDP de Apodi, agente penitenciário, Marcio Morais.

O novo pavilhão ou bloco de vivências estão seis celas coletivas masculinas com oito vagas cada e uma maior com 12 vagas. O espaço ainda conta com solário que também servira como salas de aula, reuniões e visitas.

De acordo com o diretor da unidade, agente Marcio Morais, com a perspectiva da ressocialização, a unidade conta com a realização de cultos, aulas. “Agora em 2015 vamos buscar projetos que visem à qualificação profissional dos apenados, como cursos de eletricista, pedreiro, carpinteiro, pintor dentre outros”, comentou Morais que entende que além do dever de cercear a liberdade, as unidades prisionais devem ser espaços aptos a dar uma nova oportunidade seja pelo estudo, seja pelo trabalho.

A Comarca de Apodi que é formada pelos municípios de Felipe Guerra, Itaú, Rodolfo Fernandes e Severiano Melo, passará a possuir uma cadeia com capacidade para 60 presos do sexo masculino. A nova cadeia do município abrigará os presos da antiga cadeia. O estabelecimento também tem espaço para abrigar os presos em regime semiaberto.

Segundo ainda o agente Marcio Morais, a próxima etapa do projeto de ampliação do CDP Apodi será equipá-lo com monitoramento eletrônico via sistema de câmeras, construção de um alojamento, cartório e uma cozinha, onde os próprios apenados vão produzir sua alimentação.

O CDP Apodi existe a cerca de cinco anos, tem sido modelo no sistema penitenciário potiguar. Dirigido pelo agente Marcio Morais, a unidade sempre tem sido destaque, Marcio Morais tem buscado a ressocialização dos apenados. Em todo período de existência da unidade, nem um agente respondeu a processo administrativo ou criminal, provando que o trabalho realizado é serio.

APODI=Promotor de justiça convoca autoridades para tratar da segurança do carnaval.






Na tarde desta Terça feira dia 03/02, aconteceu na sede da Promotoria de Justiça de Apodi representada pelo Promotor Sílvio Brito, uma importante reunião onde foram tratados assuntos referentes ao carnaval, tendo em vista a cidade de Apodi sediar um dos maiores do estado.

Estiveram presentes na reunião, alem do Dr. Sílvio Brito, o Capitão Carvalho comandante da 2ªCIA, Inspetor da PRF Guibson, Prefeito Flaviano Monteiro e o Secretário de turismo municipal Junior Costa.

Na reunião foram debatidos diversos assuntos relacionados a segurança, como também o emprego das policias militar, policia rodoviária estadual(PRE) e policia rodoviária federal(PRF). 

Segundo o Capitão carvalho, na reunião ficou acertados que a PRF ficará responsável pela fiscalização de infrações de trânsito e poluição sonora na BR-405, tanto fora como na área urbana da cidade. O Núcleo de trânsito atuará nas demais áreas e RN´s que dão acesso a cidade. As guarnições da Rádio Patrulha e GTO farão o serviço ostensivo, com intuito de manter a ordem por toda a cidade. A prefeitura se comprometeu em dar total apoio aos profissionais de segurança pública.

FONTE: Sentinelas Apodi

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

[política] "Eu sei que vocês queriam ouvir da boca do prefeito, mas eu mesmo afirmo, o TRANSFORMAÇÃO acabou"


A Câmara Municipal de Apodi, juntamente com a classe universitária e membros do poder executivo, estiveram reunidos hoje a tarde (03), em audiência pública, para discutirem a respeito do novo projeto apresentado pela prefeitura de Apodi.

Na audiência foram ouvidos todas as classes e ficou acertado que o novo projeto, BOLSA TRANSFORMAÇÃO, a qual extingue o já existente, TRANSFORMAÇÃO, vai a pauta para ser votado nesta próxima quinta feira.

Durante a discussão o vereador e líder do governo na câmara, Genivan Varela (PCdoB) assumiu, "Eu sei que vocês queriam ouvir da boca do prefeito, mas mesmo ele não estando aqui eu afirmo, o TRANSFORMAÇÃO acabou".

Representantes do governo ainda disseram que, caso o novo projeto não seja aprovado, o prefeito não irá mais repassar a verba do TRANSFORMAÇÃO, que é de cerca de 50 mil reais por mês.

A maioria dos universitários, por sua vez, não apresentaram-se interessados em fazer parte da discussão, pois apenas 10 alunos estavam presentes. O prefeito também não esteve presente. Já a câmara não dispôs de meio de comunicação para divulgação do encontro.

Relembrando
O projeto TRANSFORMAÇÃO, foi criado em 2013 pelo prefeito Flaviano Monteiro, como promessa de campanha em que ele dizia que nenhum filho de Apodi iria mais pagar o transporte universitário para se deslocar de Apodi a Mossoró ou Apodi a Caraúbas.

FONTE: JAIR GOMES

Vídeo mostra execução de envolvido com clonagem de veículos em Natal

video
Homem de 34 anos, já condenado a oito anos por receptação de veículo roubado, foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (3) dentro de um carro no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. O G1 teve acesso a um vídeo (veja acima), gravado do alto de um prédio, no qual é possível ver o momento em que o criminoso atira duas vezes contra o veículo.


Atenção: Imagens fortes 





No chão ficaram cápsulas de pistola calibre 9 milímetros, armamento de uso restrito do exército.
O alvo dos disparos foi Tércio Duarte da Silva. Um outro homem, que estava na direção do veículo, escapou. Ele não quis dar entrevista. À polícia, no entanto, contou que o criminoso se aproximou em uma motocicleta e mandou que ele descesse do carro. Em seguida, vieram os disparos.
Tércio Duarte da Silva, de 34 anos (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Tércio Duarte da Silva (Foto: Divulgação/PM do RN)

No site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte constam outros seis processos contra Tércio. Todos também por receptação, além de envolvimentos com clonagem de automóveis.

Segundo a polícia, Tércio foi preso pela primeira vez em 2009 na cidade de Caicó, na região Seridó do estado. Em 2012, ele foi preso novamente. Desta vez no bairro de Nova Parnamirim, em Parnamirim, cidade da região Metropolitana da capital potiguar.

Fonte: G1 - Imagens Watzapp

Apodi Através do Grande Trabalho de Macios Morais a Frente do Centro de Detenção Provisória -CDP Será Destaque no Jornal Nacional. Trabalho Será Reconhecido Nacionalmente..


segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Às vésperas do carnaval 2015, Apodi ainda é a cidade mais desorganizada do estado


Dois anos se passaram e a situação administrativa continua de mal a pior, o título de cidade mais suja do RN não veio por acaso, o município às vésperas do carnaval ainda passa por uma série de problemas básicos que para a gestão é quase que impossível ter uma solução, veja alguns:
Na educação: não há investimentos pegamos o exemplo do assentamento paraíso onde a escola ameaça cair e o quadro didático serve de alimento para os cupins,
Infra estrutura: Apesar das doações do governo federal com patrol e caminhões caçamba não há o mínimo de estradas rurais para facilitar o acesso dos agricultores até a cidade,
Não há zêlo com as máquinas públicas: cenas como essas são constantes, são caçambas faltando pneus, trator de esteira quebrado, uma verdadeira sucata com maquinário adquirido recentemente em 2010,
Não há investimento na saúde: são mini postos com construções parada no sitio arção na região da pedra, 
é conselheiro tutelar atendendo em vez de médico no sitio córrego região de areia, falta medicamentos, exames, falta de tudo para população, 
Não existe mais a banda de música, os instrumentos são encostados sem a menor atenção,
Para termos uma idéia da falta de preparo para enfrentar os problemas mais fácil temos a rua Isa de Aceto Mota no bairro garilandia que desde que a gestão assumiu ou seja mais de 02 anos ainda não conseguiu viabilizar a simples energia para as residências, 
e finalmente encontramos as solicitadas coletoras de lixo, que faz uma falta imensa na cidade, as mesmas estão no 1º lixão se deteriorando sem manutenção alguma,

Todos perguntam o que está acontecendo com o prefeito que em épocas de candidato sempre tinha solução para os problemas do município, em apenas 02 anos e 01 mês já somos a cidade do já teve, a mais suja do estado, mais desorganizada, com o maior número de CPI, com o maior número de crianças nascendo em Mossoró, com universitários sem ônibus, com desvio de dinheiro no abatedouro, com secretários vendendo areia, com 12 milhões de royalties arrecadado em 24 meses ninguém sabe onde foi aplicado, os cidadão clamam pelas autoridades competente querendo providencias pois a situação já ultrapassa os limites da inercia administrativa.

FONTE: ERIVAN MORAIS